Por que há questões que são melhor respondidas com novas indagações!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Intimidade de Casal

Olá amigos queridos,

Este texto é um não-texto. E vou tentar me explicar.
A Crica Viegas propôs uma nova Blogagem Coletiva chamada Intimidades. Para a primeira semana sugeriu Intimidades de Casal. A Isadora, amiga querida, divulgou e eu resolvi aderir. O dia da postagem é hoje. Já tentei e tentei, mas quer saber? Não sai.

Por que não sai? Eu falo sobre mim, das coisas que vão dentro de mim, mas meu casamento não é público, não me sinto neste direito. Na minha casa dividimos tudo o que queremos dividir, mas mantemos o respeito à individualidade. Há espaço, há limites. Temos conta conjunta, não há divisão entre ganhos e salários, tudo é nosso. Dizemos que é e/ou (como no cheque), mas não entramos no banheiro enquanto o outro está lá. 

Podemos pedir um copo de água ao outro, mas é precedido de por favor, e seguido de um obrigada(o). É obrigatório que seja assim? Não, mas é como gostamos que seja. 

Aprendemos a dividir muitas coisas, misturamos nossos gostos, ainda assim, na mesa do café, há manteiga e margarina, cada um come a que gosta e não há discussões, nem imposições de preferências. 

E por tudo isso, nossa intimidade não é minha, e não tenho o direito de falar sobre ela assim, por minha conta, para quem eu quiser. Há um e/ou, e respeito isso. O Vi é reservado, não gostaria de intimidades expostas, eu também não. Assim, encerro minha participação nesta brincadeira. Parece fácil para alguém que desnuda a alma... não foi, não é!

Podia recorrer a uma alternativa, discorrer sobre "o que é intimidade", colocar imagens ou letras de música, mas este não é meu jeito de escrever. Senti que seria forçar uma barra. 
Desculpe Crica e demais amigos pela  saída repentina, não me senti à vontade para escrever. Espero que entendam.

Um grande beijo a todos,

Tati.

18 comentários:

Regina Coeli disse...

Olá Menina TATI,
Senti firmeza em sua abordagem.
Receba meus cumprimentos!!!
Já mudei o nome da Vovó, desculpe com ela por mim...
Greguinha é o que talvez você conheça como SIANINHA, enfeite muito usado por nossas mães e avós para decorar vestidos das meninas,
Beijinho carinhoso.
Regina Coeli

Françoise disse...

Esta é você: verdadeira nas palavras e no seu jeito de ser. Ë por isso que gsotamos tanto de você. Forçar a barra por aqui realmente não é legal.

Estou voltando a vida normal ....saudades de te ler!

ABraços.

Isadora disse...

Tati, mesmo sem querer você participou e demonstrou o que para você é intimidade: respeito por aquele que compartilha a vida e o caminhar com você.
Também adorei convensar um poquinho com você!'Foi o primeiro passo rumo a nossa disvirtualização - rs.
Um grande beijo e boa segunda

Betty Gaeta disse...

Oi Tati,
Eu estou com vc. Tb não abriria a intimidade do casal em meu blog, pois estaria entrando em seara que nâo pertence só a mim.
Bjkas e uma ótima semana para vc.

Chica disse...

Muito legal e essa tua sinceridade mostra como és!Legal! beijos,chica

Cris França disse...

adoro gente cristalina

bjs

Ives disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ives disse...

Claro, expor a sua vida não é tão simples. Qdo ao seu comentário, acho que basta olhar fundo e verás além de religiosidades, um ser humano a procura de suas rochas! abraços

Mila Viegas disse...

Não creio que a intenção da blogagem fosse falarmos sobre nossa intimidade em si, pois isto é algo que não se compartilha aos quatro ventos. Neste caso, entendo que falar sobre um tema não significa falar sobre coisas que interessam apenas a nós mesmos e sim a nossa visão holística da coisa.
A proposta não foi falar sobre a "intimidade do casal" e sim a intimidade romântica, aquela que envolve duas pessoas... Não necessariamente a nossa com nossos respectivos maridos/namorados.

Beijocassss

orvalho do ceu disse...

Oi,
Vc colocou pontos indispensáveis numa relação de intimidade romântica. Parbéns!
Muita paz e harmonia pra vc.
Abraços fraternais

Manuela Freitas disse...

Olá Amiga Tati,
Estou contigo, amor e intimidade, fazem parte do nosso mundo mais íntimo, é para guardar é para respeitar. Fugiu e não fugiu à questão, porque de uma forma muito sensata, mostrou o quanto a sua vida é importante nesse aspecto, assim como também deu para ver que o seu relacionamento é muito bonito,há comunhão e respeito pela indivualidade de cada um, tudo na paz do amor.
Beijinhos,
Manú

cantinho she disse...

hahaha minha Querida ficou show, sabia? Mesmo sem querer ou até por isso mesmo ficou perfeito e mesmo sem vc dizer nada nos disse tudo! Adorei! Isso mesmo preserve a sua intimidade, pois o nome já diz tudo é INTIMIDADE e só pertence a vocês dois!
Beijo, beijo!
She

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a música do Toquinho foi tema de uma novel ada Rede Globo nos anos 80

pensandoemfamilia disse...

Olá Tati
Penso que vc está participando. Falou do que entende como intimidade e de que maneira vcs ( casal, família) a controem.
Eu estou nesta coletiva, abordei o tema.
Vc é sempre bem transparente e se coloca com muita propriedade. Este é o seu EU e a parti dele que vc constroi a intimidade com o outro.
Parabéns

Kamyla disse...

Oi Tati...falou por mim... por isso não estou participando,rsrsrsrs.
Bjosssssssssssssssss

Crica Viegas disse...

Oi querida
Me desculpe o mau jeito, não quis te causar nenhum deconforto, já que a intenção é a gente compartilhar. E no seu texto vc já fez isso de uma forma simples e bonita. Mas fique sempre à vontade, aqui a gente fala o que acha que deve ser falado , não é mesmo?
A intanção dessa blogagem é agente compartilhar não necessariamente coisas pessoais, embora acho que tudo o que agente excreve passe por esse crivo. A gente fala do que é, do que gosta, do que não se sente bem. E é isso mesmo. Mais uma vez minhas desculpas, de verdade.

Beth/Lilás disse...

Oi, Tati!
Indiretamente você disse tudo, aliás disse por mim também pois penso e ajo como vocês.
beijos cariocas

Lu Souza Brito disse...

Oi Tati,

Eu fiquei sabendo da blogagem também, mas como ando meio confusa aqui entre casa/ trabalho / familia, nao me inscrevi.
Mas vc sem querer dizer já disse tudo. Acho que a intenção era mais ou menos isso.
Eu confesso que sou bem mais discarada e falo um tantão da minha vida por aqui, é o meu jeito!
bjokas