Por que há questões que são melhor respondidas com novas indagações!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

O que é uma frase fora de contexto...


Este texto estava todo empoeirado, cheio de teias de aranha, esquecido no fundo do baú dos rascunhos... Aguardava uma oportunidade de chegar. Hoje, meio sem tempo e inspiração, encontrei-o e entrego-o a vocês. Não sem antes passar uma flanelinha... hehehe

Dia do jogo do Brasil, para mim, tinha uma grande comemoração, e não era a estréia do Brasil na copa não, que não gosto de futebol (nem na Copa). Era a presença do Vi em casa, minha família reunida, coisa que tenho sentido muita saudade... É que desde que o Vi foi transferido para Copa (cabana), e leva, pelo menos, 4 horas no trajeto, nosso tempo junto rareou. Pois é, o tempo que tínhamos juntos virou tempo de viagem... Agora ele sai mais cedo e volta muito mais tarde... E com a mudança de escola do Bê, ele também sai mais cedo, por que agora estuda de manhã, e também volta mais tarde, por que o Vi passa para buscá-lo, na minha mãe, quando chega do trabalho.

Portanto, dia de jogo... expediente reduzido tem suas vantagens!!! E combinei com o Bê que iría buscá-lo na escola e que viríamos para nossa casa, ficar juntinhos. Só que tive um contratempo no trabalho e tive que ir até lá. Claaaro que não estava liberada a tempo, e minha mãe que o buscou na escola.

Liguei para a casa dela e ele atendeu (meu cotoco está virando um rapaz!). Quando percebeu que era eu falou: "Você não está aqui". Expliquei e disse que o papai iria buscá-lo e que ficaríamos juntinhos, nós 3 e blá, blá, blá... falei um monte de brincadeiras e carinhos que temos entre nós. De repente ele desligou. Ok, nem tentei ligar de novo.

Nesta hora minha mãe entrava na sala e perguntou quem era.
Bê: - Minha mãe.
Vovó- E o que ela queria?
Bê- Fazer triângulo amoroso!

Claaaaro que minha mãe caiu na gargalhada!!! Imagina esta frase assim, solta!
É que nós dizemos que somos um triângulo amoroso, que um ama o outro, que ama o outro que ama o um, entendeu? E damos um beijo assim, um beija o outro que... tá, já sabe, né? Pois é, isto é triângulo amoroso aqui em casa... Mas já pensou se ele diz na escola, ou em qualquer lugar, por que o Bê puxa papo com qualquer ser vivo que cruze seu caminho... Dá-lhe conselho tutelar na minha casa!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Meu filhote é uma figura!!!!

Beijos a todos,

Tati.

28 comentários:

Néia (Dulci) disse...

Esses momentos são únicos e incomparáveis! Estarmos juntos de quem a gente ama é tudo de bom. Bjos

Glorinha L de Lion disse...

Kkkkkk...esse Bê é uma figurinha mesmo! Que fofo! Adoro quando criança solta essas frases com a mais pura ausência da malícia que teria na boca de um adulto.Igual minha sobrinha- neta(é eu já tenho!) de 3 anos, que soltou um : mas que "meda" mãe! Ninguém aguentou e caiu na gargalhada, pois ela empregou direitinho o meda dela...eles são ótimos, não há como ficar triste ou deprê perto de uma criança. bjs e bj no Bê!

Misturação - Ana Karla disse...

kkakakakakakaaaak
Tati essa foi boa mesmo!
Triângulo amoroso.
Eu me divirto e passo horas a observar as crianças. Independe de qual.
As histórias e inocências delas me fascinam diariamente.
Ainda tenho um de 7 e outro de 10 anos, mas logo passará e continuarei a ver outras e outras mais.
Valeu Tati!
Xeros

Drix disse...

Tô rindo aqui, rsrsrsr.
Imagina o conselho tutelar chegando na sua casa???kkkkkkkkkkkkkkk
Essas crianças, saem com cada uma!!!!
bjos

Paula Betzold disse...

Oi Tati... o Be é muito figura!! Morro de rir com as historias dele! beijos

Cris França disse...

ah essas historias do Bê são a coisa mais gostosa do mundo, Julia tem cada uma também....rs bjs minha linda

Flávia Batista disse...

heheehehehehehe...
que fofo!!!!

bjss

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

ahahahah
mas criança é tão bom!
na cabeça da criança, o triangulo amoroso tem o sentido mais bonito.

Essas histórias te darão uma saudade no futuro... fase boa né?
bjs

pensandoemfamilia disse...

Oi o sentido dado por Bê é perfeito, a criança tem uma sabedoria intuitiva. Triângulação em terapia de Família é quando duas pessoas estão falando de um assunto (principalmente quando tem uma tensão) e puxa um terceiro para dissipar a tensão, ou seja fala-, fala-se e não se vai ao foco da questão, pois traz para o confronto pessoas ou temas que dispersam .
bjs.
bjs

Paula Betzold disse...

Tati, ano passado ja tinha ido ao zoo, e estava melhor, nao sei se foi pelo calor, ou se foi pela hora, sei que estava mto ruim....
Quanto ao encontro, nem respondi ao e mail pq ainda nao sei se poderei ir com certeza, dependo de uma serie de fatores, mas queria mto ir, pra te abraçar tb!!!!
beijinhos

Marliborges disse...

Que figurinha o Bê!!! kkkkkk. Anota, amiga, anota, pra lembrar mais tarde. Dou graças a Deus ter anotado as gracinhas dos meus!! A gente relembra e revive. Mas, alto lá, parece que ouvi vc dizer que a frase está fora do contexto? Que nada, pergunte ao Bê, aposto que ele vai explicar tudinho e NO CONTEXTO!! kkk Bjsssssssss

Tati Pastorello disse...

hehehe
Não Marli, eu imaginei ele usando este termo em outros momentos, com outras pessoas, tipo: na rua, para uma pessoa que nem conhecemos (o que é a cara dele)!! kkkk
Beijos.

Nilce disse...

Que delícia esse triângulo amoroso.
Quem dera toda família o tivesse.
Agora se o CT chegar aí, explica pra eles o que é amor de verdade e não tirar muitos filhos de casa e jogar em abrigos sem carinho, amor, dedicação e alguém para lembrar que eles existem.
Amei, Tati.
Agora se ele falar para outras pessoas, acho que nem vai ser tão difícil explicar, amor de pai, mãe e filho.

Ah, meu computador não pegou vírus, não. Brincadeirinha, vc não notou?
Aqui tá um frrriiioo!

Bjs no coração!

Nilce

Isadora disse...

Boa Tati, imagina ele dizendo por aí: minha mãe faz triângulo amoroso. Ui!
Brincadeira a parte é um gesto muito carinhoso
entre vocês. Salve nossa família.
Um beijo

Beth/Lilás disse...

Tati,
Que bonitinho! Aqui em casa também temos nosso triângulo amoroso, mas não consigo imaginar meu Daniel de 25 anos dizendo isso para outra pessoa.
O que irão pensar, meldels!!!! hehe
beijos cariocas

Eduardo Medeiros disse...

MEUUUUU DEUSSSSS rssssss imagina isso caindo em ouvidos errados!!!!

Tati, parabéns pela bela família que você tem e que vocês permaneçam sempre nesse triâgulo amoroso. Ou se for o caso no futuro, nesse quarteto, quinteto...sei lá, né?

beijos

lolipop disse...

Que bonita história e mais linda imagem...
A sabedoria sem cinismo e maldade pertence ás crianças. Que doce sua família!
BEIJOSSS

Bordados e Retalhos disse...

Adoro passar por aqui e ler as histórias do Bê. Rsrsrs. Tati não poderei ir no encontro mesmo. Uma pena mas receberei umas visitas e tenho que praparar um monte de coisas. Apesar de trbalhar durante o dia todo quero recebê-los bem. Em janeiro estarei aí se Deus quiser. Poderemos nos encontrar nem que seja para um almoço no Centro. Bjs querida

Tatiane Garcia disse...

simples e objetivo esse menino!!!!
parabéns pelo filhão chará!!!!

Lynce disse...

Olá minha amiga do virtual.
De facto não estive nas Seychelles, mas em países mais frios da Europa do Norte, como na Dinamarca, Holanda, Suiça e Inglaterra. Por fim, passei duas magnificas semanas no nosso Algarve, muito próximo do Mediterrâneo.
Beijinhos.
:)))

Tatiana disse...

hahaha...Tati , adorei o "triangulo amoroso", imagina ele falando isso..que fofo.
Engraçado porque hoje mesmo escrevi um post sobre filho calado(que é o meu dilema) e de repente, lendo o seu post e o SEU dilema ao contrário, me fez morrer de rir!!
Adorei o seu blog, ja estou te seguindo.
Te conheci através do seu comentário lá no da Marli !
Beijos,
Tati.

Tatiana disse...

Oi Tati,
Respondendo o seu comentário lá no blog.
Exatamente Tati, você tocou no amago da questão, quando eu troco os papéis consigo algum murmúrio..rsrs..mas o negocio é complicado.As vezes que consegui foram exatamente quando inverti os papeis como você sugeriu.
Quanto ao idioma falado em casa: é o português, acho que conseguimos porque nos dois somos brasileiros.
O ingles e o espanhol falam na escola e o frances ficou a ver navios..rsrsr
Tati, obrigada pela sua visita, voltarei com certeza! 2 novos blogs que adorei, o seu e o da Marli!
Beijos,
Tati.

c r i s disse...

HAhahah! Ô inocência, coisa boa demais né Tati? Lindezo!! Bjo!

Mahria disse...

Criança diz cada uma... tão bom de ouvir!

Eu digo que estou gorda e fico triste, meu filho de 5 anos diz: - mãe a senhora não ta gorda, so estar assim, um pouco, "grussurinha"... rs

Bjs
Mah

Fátima disse...

Santa inocência, que Deus a conserve por muito tempo ainda.
Seu Bê é um fofo mesmo, babe bastante e curta muito viu, pois o tempo voa e sem que perceba, eles viram gente grande.

Agradeço o carinho,
beijinho.

Kamyla disse...

hahahahaha, o Bê não existe...adorei o post!!!!
Ainda bem q vc o resgatou dos rascunhos esquecidos,rsrsrrss.
Bjosssssssssssssss

Chica disse...

Que figurinha mesmo!Um amor,rsrs...beijos,lindo dia,chica

Analice disse...

menina, eles saem sempre com essas coisas !!!